Receba por email as últimas atualizações deste site.

A subscrição é anónima e gera apenas um e-mail por dia.
Insira o seu endereço de email:

Por favor, se você acha que esse conteúdo é útil, compartilhe a(s) nossa(s) receita(s) nas suas redes sociais. Isso ajuda este site a continuar a publicar conteúdo relevante para si e para todas as suas redes de contatos.

Obrigado!

Gastronomia Minhota

Pão de Ló de Margaride

Partilhe esta receita:

O Pão de Ló de Margaride é uma referência na doçaria tradicional portuguesa, tendo a Câmara Municipal de Felgueiras apresentado, em 2011, a sua candidatura às 7 Maravilhas da Gastronomia, na categoria de doces.

A qualidade e excelência deste doce regional foram reconhecidas pela Casa Real Portuguesa, tendo sido atribuído à sua criadora, D. Leonor Rosa da Silva, o título de “Doceira da Casa Real”.

O autêntico pão de ló de Margaride é cozido em forno de lenha em formas de barro não vidrado.

Estas formas são constituídas por três tigelas, duas iguais e uma mais pequena, sendo esta colocada invertida no centro de uma das outras tigelas, formando um cano.

 

  • 1 pitada de sal
  • 19 gemas
  • 250 g de farinha
  • 500 g de açúcar
  • 6 ovos inteiros
  • casca de 2 limões

 

Deite os ovos, o açúcar, as cascas de limão e o sal num recipiente amplo e bata até a mistura clarear e fazer castelo (a massa faz um montinho quando se deixa cair de uma colher).

Retire as cascas de limão e, aos poucos, junte a farinha em chuva, peneirada no momento.

Note que a farinha não deve ser batida, mas sim bem misturada com as mãos, sendo, por isso, necessária a participação de duas pessoas – uma para peneirar e outra para envolver a farinha.

Este processo manual poderá durar aproximadamente ½ hora e o pão de ló com uma textura muito fofa. No entanto, poderá também fazê-lo numa batedeira elétrica, que lhe irá poupar tempo.

Deite a massa numa tigela previamente forrada com papel manteiga (ou outro papel grosso) untado, em quadrados sobrepostos.

Encha a forma de pão de ló até um pouco mais de meio, vire os bicos do papel para dentro e tape com a segunda tigela.

Leve a cozer em forno moderadamente quente, durante 30 a 45 minutos no máximo. Verifique a cozedura com um palito.

Retire do forno e desenforme, deixando depois arrefecer.

Deixe um comentário