Especiarias e Ervas Aromáticas

Partilhe esta receita:
5 (100%) 1 vote

 

Termo Definição
Açafrão

Planta bulbosa da família das Iridáceas, de 10-15 cm de altura, cujas flores são de cor lilás. No centro de cada flor há 3 estigmas de cor alaranjada, das quais se obtém o açafrão propriamente dito.

Esta especiaria, de cor amarela intensa, é utilizada para condimentar o arroz, molhos de peixe e alguns pratos de frango e marisco. Compre o açafrão em fios e, em vez de moê-los, mergulhe alguns durante 30 minutos num pouco de água quente; em seguida, coe o líquido para o prato.

   
Açafrão da terra Erva da família do gengibre, é conhecido também como curcuma. De sabor ligeiramente amargo e cor amarelo-dourada, extraída da raiz seca e moída da planta. Além do sabor, serve para dar cor aos alimentos. Utilizado em pratos com ovos, pickles, molhos cremosos, maioneses, massas, frango, peixes, arroz e pães.
   
Açafrão espanhol É muito utilizado em pratos da culinária francesa, espanhola e sul-americana. Indicado na preparação de arroz, paella, risotoS, peixes, frutos do mar e pães.
   
Acelga A acelga é uma planta herbácia que se desenvolve durante o ano inteiro. É muito rica em ferro. Deverá preparar a acelga do seguinte modo: corte as raízes e puxe os filamentos dos caules, lave e corte em pedaços. Crua ou cozinhada como se fossem espinafres. Serve para fazer sopas, puré, como guarnição e saladas. As folhas têm de estar brilhantes, de cor verde escura e os talos brancos.
   
Alcaparras

Botões florais de um arbusto, de cujo botão se faz o tempero. São secos e conservados em sal e vinagre e têm um sabor um pouco amargo.

Bom em saladas, carnes diversas, molhos, peixes, pizzas.

   
Alcaravia em sementes Utilize as minúsculas e picantes sementes para dar sabor ao pão, aos guisados de borrego ou vitela. Polvilhe a carne de porco antes de assá-la.
   
Alecrim É uma erva aromática de sabor forte e ligeiramente canforado. Deve ser adicionada inteira ou picada no final do cozimento, para evitar a evaporação dos seus óleos aromáticos.
É utilizada para perfumar carnes, aves e peixes grelhados. Principalmente, carne de porco, carneiro, cabrito e carne de vitela. É também utilizada em sopas, molhos, legumes, arroz e saladas. Acrescenta um sabor delicioso à maionese. Apresenta-se também desidratado ou em pó.
   
Alecrim (ou Rosmaninho) Fresco e seco. Sabor refrescante, aroma intenso, usar em pequenas quantidades.Recomenda-se a utilização desta erva para temperar por exemplo, peixes gordos (quando grelhados), marinadas de coelho, carne de porco, pato e nas aves de criação.Também serve para dar algum aroma à água de cozer o arroz ou as massas, em recheios, alguns molhos e a sopas.
   
Alfarroba árvore da família das leguminosas, cujas sementes são utilizadas para preparar um pó que substitui o chocolate em muitas receitas.
   
Alfavaca É uma erva da família do manjericão. As suas folhas secas podem ser utilizadas para temperar peixes, carnes, arroz cozido com caldo de galinha, ensopado de lagosta e em caldos. A alfavaca fresca entra na preparação de saladas, pizas, massas, cogumelos, carnes, sanduíches e sopas. Combina com molho de tomate, queijo parmesão, beringela e tomate fresco.
   
Alho Ingrediente tradicional com um forte aroma. Utilize em guisados, molhos, recheios culinários, sopas, saladas e mariscos.
   
Alho desidratado (em flocos ou granulado Seco e desidratado, substitui o alho fresco em todas as suas aplicações.
   
Alho francês ou Alho porro É uma planta da família da cebola e do alho. As folhas são verdes e o bolbo branco recoberto por uma película brilhante. Lembra um pouco o cebolinho verde, embora seja bem maior.
Tem um sabor semelhante ao alho, porém mais suave. É utilizado em saladas, sopas, sopas, cremes, carnes e molhos.
   
Angélica Planta herbácea, de grande porte, com talo avermelhado, folhas dentadas, flores pequenas e avermelhadas. O caule, as raízes, sementes e o óleo essencial podem ser usados como condimento.Pode ser usada em saladas, tortas, caldos, queijos e carnes. Também serve para ressaltar o sabor de doces, bolos, tortas, licores e outras bebidas alcoólicas.
   
Anis (ou erva-doce) Planta herbácea, com flores brancas e dão origem a pequenos frutos ovóides ou periformes (em forma de peras). O sabor dos frutos do anis é quente, aromático e marcadamente doce. Popularmente é conhecido como Erva Doce.As sementes podem ser usadas em tortas, peixes, ensopados, queijos, massas e doces. Também servem para aromatizar bebidas alcóolicas. O chá de anis também é bastante apreciado, principalmente por ser calmante e auxiliar na digestão.
   
Anis Estrelado Árvore de tronco claro, casca lisa e flores de cor clara. Os frutos marrons, com formato de estrela. Os frutos são doces e picantes, muito usados em pratos chineses.Pode ser usado para condimentar peixes, purés e carnes. Também serve para aromatizar licores, chás e bebidas alcóolicas.
   
Balchão Condimento indiano muito apreciado, constituído por camarões, ostras e carne de porco e que geralmente acompanha o caril.
   
Baunilha A baunilha é uma orquídea, de caule espesso, flores de cor verde-amarelarada e frutos do tipo vagem e marrons. São desses frutos que se extraem o condimento e o óleo essencial.Para aromatizar chocolates, cafés e bebidas alcóolicas, condimentar doces, massas, pudins, cremes e molhos para sobremesa.
   
Britadas (azeitonas) Diz-se das azeitonas que se esmagam para curtir.
   
Cambuquira

broto da aboboreira, composto de folhas novas, utilizado para refogados e sopas.

canela em Pó ou Pau (casca): o pau de canela é utilizado na preparação de pickles, frutas assadas, compotas, molhos de tomate e no cozimento de legumes. Em pó, pode ser usada na preparação de pães, bolos, cafés, doces com frutas. E também indicada na cozedura de legumes e assados.

   
Canela Planta arbórea de grande porte, flores amarelas e frutos roxos e ovalados. Mas apenas a casca desidratada do caule e o óleo essencial de canela são utilizados como condimento.Utilize-a moída para aromatizar bolos, bolachas, pudins de leite e arroz-doce. Polvilhe o chocolate quente para beber. Os paus de canela enriquecem o sabor das conservas de frutos e do vinho quente ou do cup.
   
Capuchinha Planta originária do Peru, tem um gosto ardido e lembra um pouco o agrião. As folhas tem formato arredondado e as flores tons vibrantes de vermelho, laranja e amarelo. É rica em vitamina C. As folhas, caule e flores podem ser usadas em saladas para dar um toque exótico. As sementes, em conserva, como alternativa às alcaparras.
   
Cardamomo

Árvore de grande porte, da família do gengibre, com folhas grandes, flores brancas e frutos de formato elíptico. As sementes secas são usadas como condimento e têm sabor picante.

As vagens esmagadas são utilizadas na preparação do caril. Usado com moderação, enriquece o paladar das sopas, molhos e alguns pratos de carne e peixe.

   
Caril É uma mistura de várias especiarias e em que a cor predominante é a amarela. Utiliza-se em Peixes, moluscos, molhos, aves, pratos de ovos, arroz, massas.
   
Casca de laranja Utilizada para dar um toque especial ao sabor das sobremesas. Desidratada é ideal para pudins, mousses, bolos, biscoitos, molhos e sorvetes.
   
Cebolinho É uma planta cujo sabor característico se torna mais marcante quando cortado bem fininho. É utilizado em molhos, patês, massas, omeletas, carnes, peixes, sopas, e para decoração de pratos.
   
Cebolinho (ou cebolinha)

Esta erva é considerada em termos gastronómicos como uma erva fina e clássica. Por isso mesmo a sua utilização é recomendada em pratos de ovos e queijo, de peixe, batatas assadas.Deve ser adicionada apenas nos últimos instantes de preparação do prato já que um cozinhado demorado pode retirar-lhe todo o sabor.

Pode também espalhar as flores do cebolinho por cima de saladas o que dará um aspecto e sabor muito agradáveis.

   
Cerefólio

Planta herbácea de pequeno porte, haste com pelugem, folhas verde-claras, flores brancas e sementes longas e finas. Suas folhas e sementes são usadas como condimento.

Semelhante à salsa porém mais suave e delicado. Em pratos quentes, deve ser adicionada no final do cozimento para não perder o gosto.

Pode utilizar as folhas de cerefólio em saladas, sopas, molhos, legumes, frango e pratos de peixe magro.

No entanto deve apenas de ter o cuidado de juntar as folhas nos últimos momentos para não perderem rapidamente o seu sabor e aroma. Prefira sempre as folhas frescas ás folhas secas que são menos aromáticas.

   
Coentros

Planta herbácea, de caule cilíndrico, folhas verdes e brilhantes, flores brancas ou rosadas e frutos de cor vermelha ou marrom. As folhas frescas e os frutos secos são usados como condimentos.As folhas de coentro são excelentes para temperar pratos de legumes, sopas, arroz (de marisco ou peixe), massas, molhos e biscoitos, assim como a saladas e aves.

Quanto às suas sementes, possuem um sabor intenso que pode ser explorado em pratos de caril e tomate.

   
Cogumelo seco ou Funghi Secchi São cogumelos secos, famosos pelo perfume e sabor que dão aos molhos. Depois de hidratado, pode ser usado em strogonoff, molhos para carnes, massas, risotos, sopas e omeletas.
   
Colorau É uma mistura de sabor picante, feita com sementes de urucum, fubá e óleo de soja. É também utilizada como corante para dar cor vermelho-alaranjada aos alimentos, principalmente arroz. Você poderá utilizá-la em carnes, aves, peixes, caldeiradas, sopas e molhos em geral. É também utilizada em pães, doces, queijos e manteigas.
   
Cominhos Planta herbácea, de caule estriado, folhas verdes, flores brancas ou rosadas e frutos pequenos e com listras. As folhas e sementes são aproveitadas como condimento. As folhas possuem sabor picante e levemente amargos. As sementes são picantes e adocicadas.Quando utilizar os frutos inteiros, coloque-os numa boneca, que deve ser retirada após a cozedura. Os cominhos moídos são indicados para condimentar assados, molhos espessos e outros pratos.
   
Cravinho (ou cravo-da-india) Planta arbórea que chega a medir 10 metros de altura, com folhas ovaladas, verdes e brilhantes, flores brancas e frutos alongados. Os botões florais secos, de sabor doce e picante, servem como condimento.Utilize cravinhos inteiros para temperar as tartes de fruta; quando moídos, dão um sabor especial aos pratos de carne e de peixe.
   
Cravo da Índia (em flor ou pó) botão da flor, colhida entes de desabrochar. Em flor, é usado em caldas, doces e em pó é usado em pão de mel, bolachas e bolos. Doce e picante, é usado tanto para ornamentar como para dar sabor. Ideal para molhos, conservas, doces, compotas, assados etc.
   
Curcuma

Planta de pequeno porte (mede até 1,5 metro de altura), de folhas longas, flores amareladas e frutos arredondados. Seus rizomas são aproveitados como condimento devido ao seu sabor amargo e à sua coloração amarelo-dourada.

O pó de curcuma empresta a muitos pratos de aspecto menos vistoso uma cor amarela e fresca. As sopas cremosas, os molhos para pratos de marisco adquirem um sabor muito mais apurado quando temperados com esta especiaria.

   
Curry É uma mistura de várias especiarias tais como: manjericão, coentros, gengibre, paprika, cominhos, curcuma, pimenta-do-reino, cravinho, canela, cardamomo e noz-moscada. É usado em molhos, carnes, peixes, aves, sopas e pratos com ovos e queijos. Tempero muito utilizado em receitas indianas.
   
Dill (também chamado endro drill) erva muito usada na culinária da Escandinávia, Alemanha, Europa Central e Ocidental. Em legumes, é usada na batata e no pepino. Use também em queijos cremosos, queijos frescos e omeletes.
   
Dill e Endro O dill são as folhas de uma erva. O endro as sementes.
Usa-se o dill em legumes, principalmente no pepino e na batata. Em molhos brancos, patés, pepinos em conserva, queijos frescos, cremosos e omeletas. O endro no tempero de peixes, para aromatizar frutas em calda, pães, queijos e pickles.
   
Endro (ou aneto) Aroma suave semelhante ao do anis. Utilize em pratos de peixe, saladas (especialmente de pepino), maionese e molhos.
   
Erva-Cidreira (ou Melissa) Planta herbácea, de haste ramificada, folhas ovaladas e serrilhadas e flores brancas ou rosadas. Suas folhas e flores são utilizadas como condimento.As folhas emanam um forte aroma a limão quando quebradas com os dedos. Utilize em omoletas, recheios, molhos e bebidas de fruta.
   
Erva-doce

O anis é uma planta herbácea, originária da Grécia, Egito e Oriente Médio. Com o passar do tempo, espalharam suas sementes pelo mundo, de modo que hoje elas podem ser encontradas nos cinco continentes. Anual, com altura variando entre 30 e 75cm, tem caule ereto, oco e estriado. As flores são brancas e dão origem a pequenos frutos ovóides ou periformes (em forma de peras). O sabor dos frutos do anis é quente, aromático e marcadamente doce. Popularmente é conhecido como Erva Doce.

Vários chefes de cozinha consideram a erva-doce essencial na arte de doçaria e panificação, podendo ser utilizada inteira ou esmagada em pães, bolos, tortas, molhos de maçã, cremes e pastéis. Pode também juntar-se às conservas, aos cremes com leite e ovos bem como às águas dos mariscos.

   
Ervas de provence É uma mistura de ervas. Geralmente, tomilho, alecrim, louro, manjericão e segurelha. Combina com carnes e peixes, principalmente grelhados. É utilizada também em saladas de folhas ou legumes.
   
Ervas Finas É uma mistura de ervas. Geralmente, salsa, cebolinho, manjerona etc.. É utilizada na cobertura de queijos, patés de ricota, omeletas e soufflês.
   
Estragão É habitual a utilização da folha de estragão nos molhos. Apesar do seu excelente sabor, deve no entanto utilizar esta erva com algum cuidado pois o seu aroma espalha-se rapidamente pelos outos ingredientes. Recomendamos que adicione pequenos pedaços de folha a recheios de pêra-abacate, maionese destinada a pratos de peixe, molhos vários de saladas, sopas ligeiras, tomates e pratos de ovos.
   
Estrela de Anis

Pequena vagem castanho-escura, em forma de estrela, com uma semente na ponta. Tem o mesmo óleo aromático do anis. É utilizada como especiaria em salgados e doces ou aromatizante de chás.

   
Fines Erbes Nome que se dá à salsa, cerefólio e cebolinho picado.
   
Funcho

Planta herbácea, de caule oco, folhas embainhadas, flores amarelas. Na culinária, são aproveitadas as folhas frescas ou secas, raízes, sementes e o talo.O delicado aroma, semelhante ao do anis, dos frutos maduros e secos combina bem com o peixe, especialmente a cavala e o porco assado.

As sementes desta erva são um excelente tempero quando aplicadas em molhos, pratos de peixe, marisco e pão. Quanto aos seus rebentos, estes ficam muito bem em saladas de Inverno. Quanto ao bolbo desta erva, muito parecido com a cebola, pode ser combinado com pratos de peixe e mariscos devido ao seu sabor delicado a anis.

   
Gengibre Planta rizomatosa, de folhas compridas e ovaladas e flores amarelas. As suas raizes são utilizados na cozinha como condimento.As sopas e os molhos devem ser temperados com pedaçinhos desta raiz que se retiram antes do cozinhado estar pronto. A carne deve ser esfregada com uma mistura de sal e gengibre em partes iguais. Tal como os frutos agridoces em conserva, também as aves, pratos de arroz ou a caça se podem condimentar com gengibre.
   
Gergelin semente de uma erva com rico sabor de nozes. Use-as cruas sobre bolachas, bolos e pães, antes de levá-los ao forno. Torradas (em frigideira ou forno) sobre canapés, saladas e arroz.
   
Hortelã Planta herbácea, de até 80 centímetros de altura. As folhas são ovaladas e serrilhadas nas bordas e as flores são de cor violeta. As folhas, flores e o óleo essencial são aproveitados na cozinha.A sua utilizção é muito variada podendo ser aplicada em quase todos os tipos de pratos. Recomenda-se no entanto a sua utilização em chás, molhos e várias sobremesas sobretudo que utilizem o chocolate.
   
Kummel (ou alcarávia) de sabor adocicado, esta semente é usada na preparação de carnes gordas e aves assadas (pato e ganso). Também em sopas de legumes, saladas, marinadas, biscoitos, patês, pães, bolos queijos. Muito usada na cozinha alemã.
   
Louro É talvez a erva aromática mais utilizada na gastronomia portuguesa. A sua utilização é recomendada em estufados, sopas e molhos diversos. Pode também adicionar-se a marinadas, caldos de peixe, recheios, caris e pratos de caça.
   
Macis

É uma especiaria obtida da casca que envolve a semente da noz-moscada.

Também chamado flor-de-noz-moscada, adquire um tom amarelado depois de seco e é ainda mais aromático do que a noz-moscada. Utiliza-se moído em sopas, pratos de queijo, aves, vitela, lombo, peixe, legumes e pastelaria.

   
Manjericão (ou Alfavaca) Planta herbácea, de caule ereto, folhas ovaladas e opostas e flores pequeninas e lilases. As flores e folhas são usadas como condimento, de sabor suave e picante.Aroma forte semelhante ao cravinho. Utilize em peixes gordos, borrego assado, frango, pato e ganso; é também usada em omoletas, pratos de tomate, massas, marinadas, guisados, recheios e molhos vários e de mariscos.
   
Manjerona Planta herbácea, de caule lenhoso, folhas pequenas e verde-acinzentadas e flores pequenas e brancas. São as folhas e flores que se aproveitam para condimentar alimentos devido ao seu sabor adocicado e picante.Aroma adocicado que deve utilizar em peixes gordos, borrego assado, porco, vitela, frango, pato e perdiz; também pode utilizar em sopas, guisados e omoletas.
   
Menta (ou hortelã) emprega-se como erva aromática desde a antiguidade. A menta não se mistura facilmente com outras ervas. Seu aroma e sabor refrescantes, permitem o seu uso no tempero de saladas, carne de borrego ou para fazer chá.
   
Mostarda em grãos ou pó sabor picante e aroma agradável, em grãos, é muito usada para aromatizar conservas e chutneys. Os grãos ficam excelentes em saladas de folhas e legumes. Em pó é usado para molhos e temperos de carnes bovina e suína.
   
Noz-Moscada Árvore de grande porte, que chega a 20 metros de altura. Possui fruto semelhante ao damasco, com semente parda, que é utilizada na culinária com condimento.Esta especiaria apura muitos pratos, sobretudo os cozinhados mais simples. O puré de batata, o peixe, os molhos e a couve-lombarda são alguns dos alimentos a que dá um sabor requintado.
   
orégano (br) orégãos (pt)
   
Orégãos Planta herbácea, de caule ereto, folhas ovaladas e pontiagudas e flores que vão do rosa ao branco. As suas folhas são usadas como condimento, principalmente na cozinha italiana.O orégão deve ser utilizado em receitas de saladas, em molhos de manteiga para pratos de peixe bem como em receitas de carne que levem pimentão e alho. Porém só deve adicionar os orégãos nos últimos minutos de cozedura pois apesar do seu forte aroma, este perde-se rapidamente quando sujeito à acção do calor. Também pode aplicar esta erva em pizzas e saladas de tomate, receitas de ovos e queijos.
   
Papoila A semente da papoila é crocante e saborosa. É utilizada em saladas, massas amanteigadas, pães, bolos, tortas, biscoitos, salgadinhos de queijo, salada de frutas e compotas.
   
Papoila (sementes) crocante e saborosa, é usada em saladas, massas amanteigadas, pães, bolos, tortas, biscoitos, salgadinhos de queijo, salada de frutas e compotas.
   
Paprica doce (ou pimentão doce) de cor vermelho vivo, a paprica doce é usada como ornamento colorido para alimentos de cor clara, peixes, carnes, sopas, canapés, molhos e na preparação do goulash.
   
Paprica picante salpicada sobre peixes, carnes, aves, canapés, batatas, ovos, tortas salgadas e molhos. E usada também em pratos da cozinha espanhola e húngara, sendo o tempero principal do goulash.
   
Paprika (ou Pimentão-Doce) Planta herbácea, de flores brancas, frutos grandes e ocos, com cores que variam entre o vermelho, amarelo e verde. Seus frutos são apreciados como condimento, devido ao seu sabor adocicado e picante.Utilize este condimento nos guisados de frango e vitela e em molhos para o peixe ou carne, em pratos de ovos e em sopas cremosas.
   
Pimenta Pode ser usada inteira ou moída na altura, aproveitando-se o máximo do seu sabor e aroma. Encontra-se seca nas variedades branca, preta e verde. Fresca, é encontrada em salmoura e deve ser usada em molhos, patês e manteigas aromatizadas.
   
Pimenta branca (em grão ou moída) Com sabor mais suave que a pimenta preta, é usada em todas as receitas salgadas. Especialmente indicada para pratos que não podem ter sua aparência e cor alteradas.
   
Pimenta calabresa Muito picante, é indicada para temperar carnes, peixes, linguiça e lombo.
   
Pimenta Chilli (ou chili)

Extremamente picante, é utilizada na preparação de pratos mexicanos e italianos. É usada em sopas, molhos de tomate, carnes, aves, peixes, vegetais e coktail's.

É uma das 150 variedades de malagueta. Usa-se seca substituindo a pimenta vermelha fresca, mas com parcimónia pois é extremamente picante. Utilizada na preparação de pratos mexicanos e italianos. Ideal para sopas, cremes, molhos cremosos e de tomate, frutos do mar, carnes, aves, vegetais e cocktails.

   
Pimenta da Jamaica Planta semi-arbórea, com folhas agudas, flores pequenas e brancas e frutos do tipo drupa. As sementes, semelhantes ao cravo e de sabor parecido ao da noz-moscada, são aproveitadas na culinária como condimento.O aroma e o paladar das bagas secas da pimenta-da-jamaica fazem lembrar uma mistura de canela, noz-moscada e cravinho. A pimenta-da-jamaica branca é ideal para carnes brancas, maioneses e molhos brancos, por ser mais suave. A preta é indicada para carnes vermelhas e marinadas. A pimenta moída serve para aromatizar bolos, biscoitos, pudins, carnes, sopas e molhos.
   
pimenta malagueta (br) piri-piri (pt)
   
Pimenta preta Em grão é usada em saladas, marinadas, assados e pickles. Moída, pode ser usada em todos os pratos salgados. Ideal na água de cozedura de carnes, molhos, no final da preparação de legumes e verduras, polvilhada sobre carnes, peixes e frangos antes de grelhar.
   
Pimenta rosa os grãos de pimenta rosa devem ser usados com cautela, pois o aroma é menos delicado que as pimentas do reino, porém não é picante. Misturada à pimentas do reino preta, branca e verde, decoram e conferem sabor delicado a saladas, molhos, grelhados e frutos do mar. Deve ser usada com moderação, pois seu sabor predomina sobre o sabor de outros temperos.
   
Pimenta Síria É uma mistura que leva pimenta da jamaica, pimenta do reino, canela, cravinho e noz moscada. Utilizada na preparação de pratos árabes como kibe cru, frito ou de bandeja, carnes, aves e recheio para esfiha.
   
Pimenta-da-Jamaica Planta semi-arbórea, com folhas agudas, flores pequenas e brancas e frutos do tipo drupa. As sementes, semelhantes ao cravinho e de sabor parecido ao da noz-moscada, são aproveitadas na culinária como condimento.Os grãos inteiros são usados para condimentar marinadas, patés, enchidos, sopas, molhos, pickles, carnes, vinagres e bebidas. A pimenta-da-jamaica branca é ideal para carnes brancas, maioneses e molhos brancos, por ser mais suave. A preta é indicada para carnes vermelhas e marinadas. A pimenta moída serve para aromatizar bolos, biscoitos, pudins, carnes, sopas e molhos.
É vendida seca, inteira ou em pó.
   
Pimenta-de-Caiena É uma espécie de pimenta moída muito picante. Utilize com moderação para polvilhar os pratos de ovos, queijo ou peixe. Melhora o sabor dos cocktails de camarão e do salmão fumado.
   
pimenta-do-reino (br) pimenta-preta (pt)
   
Pimenta-do-Reino Branca Com sabor mais suave que a pimenta preta pode ser usada em quase todas as receitas salgadas. Especialmente indicada para pratos que não podem ter a sua aparência e cor alteradas. Apresenta-se em grãos ou moída.
   
Pimenta-do-Reino Preta A mais famosa das pimentas, pode ser usada em quase todas as receitas salgadas. Apresenta-se em grãos ou moída.
   
Piripiri Planta arbustiva, ramificada, com frutos vermelhos e alongados. Os frutos, ricos em vitaminas C, B1, B2 e E, são usados como condimento.Faça um molho picante deitando malaguetas frescas num frasco com azeite ou whisky. Utilize o pó de piripiri moderadamente nos rolos de carne, hamburgers e pratos de carne.
   
Poejo Bastante utilizado na culinária alentejana, na sopa de poejo com queijo fresco, e na célebre açorda,e na beira baixa, na confecção do achigã com migas. Utiliza-se fresco ou seco.
   
Raiz forte

É uma raiz branca de cheiro forte e sabor picante que se encontra fresca, em pó ou em pasta. A raiz fresca deve ser cortada bem fininha, ralada ou picada para libertar o seu aroma e o seu sabor picante, que é volátil e portanto não indicada na preparação de pratos quentes.

Corte-a sobre água corrente para evitar irritação da pele e olhos. O seu consumo é indicado com rosbife, carnes grelhadas, peixes, particularmente os defumados, salsicha e salada de batata. É utilizada também em diversos molhos frios, molhos com natas para atenuar o sabor picante, em molhos vinagretes, com ovos e manteiga. Pode ainda ser consumida em fatias finas temperadas com sal ou azeite e vinagre.

   
Ramo de cheiros  Quando quiser temperar, sem deixar vestígio dos temperos, faça um amarradinho de ervas aromáticas frescas ou secas, utilizando um barbante para amarrar as ervas, ou quando for possível, com a própria erva ,e remova no final da preparação. Para ervas secas, faça um saquinho com um pedaço de gaze e amarre com um fio de algodão. O que junta e a respectiva quantidade, depende da receita e do volume que será preparado.
O ramo de cheiros clássico leva salsa, louro e tomilho.
Outras combinações:
Salsa, louro e alecrim
Salsa, louro e cebolinho verde
Salsa, louro, cebolinho verde e tomilho
Salsa, louro, tomilho e aipo
Salsa, tomilho e manjerona
Salsa, louro e orégãos
Aipo, louro, tomilho e alho francês
Aipo, louro, tomilho, alho francês e alecrim
Salva, louro, tomilho, alecrim
Salva e dill
   
Salsa Planta herbácea, de folhas pecioladas e flores amareladas e sementes pretas. As folhas são apreciadas com condimento.Podemos facilmente encontrar diferentes variedades de salsa consoante o tamanho e formato das folhas, bem como o aroma que libertam. Para além do excelente tempero que a salsa proporciona, também é uma erva benéfica para a saúde pois é rica em vitaminas e minerais. Nas aplicações culinárias, pode utilizar a folha de salsa misturada com saladas, maionese e molhos clássicos. Se cortar as mesmas folhas de uma forma mais fina, pode também utilizar a salsa para polvilhar sanduíches, pratos com ovos, sopas de hortaliças, peixes e batatas cozidas.
   
Salva Folhas longas e aveludadas com um aroma intenso, ideal para refogados, receitas com feijão branco, fígado e escalopes de vitela.
   
Segurelha Planta herbácea, de caules erectos, com ramos lenhosos, folhas estreitas e flores brancas ou avermelhadas. As folhas, de sabor semelhante ao tomilho, mas mais picantes, são apreciadas na cozinha como condimento.Frango, carne, arroz, ovos e legumes, favas de feijão branco, marinadas e molhos.
   
Tomilho Planta semi-arbustiva, com caules rasteiros, folhas pequenas e flores pequenas e rosadas ou brancas. Suas flores e folhas têm função culinária.Normalmente esta erva pode ser aplicada em marinadas, recheios, molhos e sopas, embora de uma forma moderada, já que possui um cheiro muito intenso. Recomenda-se a sua utilização em pratos que são cozinhados lentamente em vinho, como por exemplo em pratos de aves, mariscos e caça. Pode adicionar o tomilho ao frango, peixe, hortaliças quentes bem como em saladas de frutos.
   
Zahtar mistura de ervas, especiarias e condimentos devidamente pilados. Ingredientes: gergelim, coentros, orégãos, manjerona, sal refinado, corantes e acidulantes ácido cítrico. É salpicada sobre carnes e vegetais ou usada para patês. Pode ser misturado com azeite a distribuído no pão ou massa de pastéis de carne antes de assar. Use sobre queijos brancos ou apenas misturados com azeite para ser comido com pão.
   
Zimbro Espécie de pinheiro, que pode chegar a 5 metros de altura. Possui tronco erecto, folhas pontiagudas, flores verde-amareladas e frutos redondos e escuros, de sabor adocicado e amargo.As bagas de zimbro realçam o sabor dos molhos espessos e pratos de carne. Podem acrescentar-se aos alimentos inteiras ou esmagadas.
   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *