Receba por email as últimas atualizações deste site.

A subscrição é anónima e gera apenas um e-mail por dia.
Insira o seu endereço de email:

Por favor, se você acha que esse conteúdo é útil, avalie e compartilhe a(s) receita(s) nas suas redes sociais. Isso ajuda este site a continuar a publicar conteúdo relevante para si e para todas as suas redes de contatos.

Obrigado!

Gastronomia de Trás-os-Montes

Cozido Mirandês

Partilhe esta receita:

Este é um prato típico em toda a região da Terra Fria. O butelo (também conhecido por “bulho”, “palaio” ou “chouriça de ossos”) é o companheiro indissociável das cascas, numa ligação essencial para a história do cozido.

O butelo é um enchido de porco, feito com o bucho (estômago) do animal e recheado de ossos e cartilagem das vértebras e costelas e alguma carne.

As cascas (também designadas por “vasas”, “palhoças”, “palhadas” ou “casulas”) são um feijão que se colhe ainda na vagem quando o grão está bem formado, mas ainda não seco.

A vagem parte-se em bocados e põe-se a secar ao sol, durante vários dias.

Características particulares: O butelo é um enchido que, além da carne proveniente do espinhaço do porco, contém ossos e cartilagens, o que lhe confere um sabor típico, uma vez que as carnes junto aos ossos são muito saborosas.

Esta característica peculiar faz com que seja um enchido de curta conservação, pelo que é consumido tradicionalmente no domingo gordo, pouco tempo após a matança do porco.

Destaca-se, em particular, o Butelo de Vinhais.

No Cozido Mirandês tradicional o Butelo e as Cascas reinam.

Este prato é de longe o prato mais tradicional e mais definidor da gastronomia do nordeste transmontano.

Este prato é também conhecido como “Butelo com Cascas” se bem que não contém somente o butelo e as cascas, é tradicional juntar também outros enchidos como sejam a bocha e a chouriça, bem como outras carnes.

Nesta receita indicamos a forma como se costuma fazer, contudo algumas variantes poderão existir.

 

  • 1Kg Cascas (As cascas deverão ficar de molho em água de um dia para o outro)
  • 2 Butelos médios
  • 1 Chouriça
  • 2 Bochas
  • Uma Orelha de Porco fresca ou salgada
  • Um Pé de Porco Fresco ou salgado
  • 3 Batatas
  • 2 Cebolas

Como forma de retirar algum sal dos enchidos bem como de os escaldar no sentido de estes perderem algumas impurezas acumuladas na pele deverão colocar-se os enchidos numa panela de água a ferver durante 20 minutos.

Noutra panela juntar água e as cascas, o butelo as bochas e a chouriça bem como as cebolas e as carnes de porco.De seguida colocar em lume brando durante 1h30m.

Juntar na panela as batatas e deixar cozer por mais 20 minutos.

Após 1h50m no lume o cozido está pronto e as carnes bem cozidas.

Colocar em travessas diferentes os enchidos as carnes de porco e as cascas e levar para a mesa.

Aproveite para saborar um pedaço de cada enchido, da orelha e pé de porco quase desfeitos e as deliciosas cascas.

Deixe um comentário